FGTS terá rendimento acima da inflação em 2017

Os trabalhadores com valores em contas do FGTS em 31 de dezembro de 2016 terão direito ao rendimento.

 A rentabilidade das contas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) pode passar de 3% ao ano para 4,8% em 2017, ficando acima da inflação prevista para o período, de acordo com a Lei nº 13.446. O Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (5) estima que a inflação acumulada do ano fique em 3,90%.

Com a lei, aprovada em 25 de maio, metade do resultado do fundo será creditado automaticamente todos os anos no mês de agosto, nas contas vinculadas, de forma a aumentar a remuneração. Tem direito ao valor os trabalhadores com valores em contas do FGTS em 31 de dezembro de 2016. A apuração do resultado ocorrerá nos meses de junho e julho.

[ x ]

“O resultado ainda não está fechado. A estimativa é de que o fundo tenha R$ 15 bilhões em 2016”, disse o secretário-executivo do Conselho Curador do FGTS, Bolivar Moura Neto. Metade desse valor estimado, de R$ 7,5 bilhões, será creditada nas contas dos trabalhadores proporcionalmente, por isso a expectativa é de rentabilidade de até 4,8%. A cada ano, o percentual será diferente, calculado sobre os rendimentos do ano-base.

“A rentabilidade do fundo era um reivindicação antiga dos trabalhadores. Com a lei, encontramos uma forma de atender ao pedido, mantendo a solidez e a saúde financeira do FGTS”, afirmou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

Essa rentabilidade atribuídas às contas em agosto, juntamente com o saldo do FGTS, só poderão ser sacados em caso de demissão sem justa causa, aposentadoria, aquisição e amortização de moradia, etc.

Se o trabalhador sacou todo o dinheiro de uma conta inativa, mas ela estava com saldo positivo em 31 de dezembro de 2016, essa conta continua existindo, e será feito por meio dela o pagamento do rendimento do FGTS. O rendimento será depositado em agosto de 2017.

Fonte: http://www.infomoney.com.br/minhas-financas/consumo/noticia/6608984/fgts-pode-ter-rendimento-acima-inflacao-2017